© Município de Bragança

D. José Cordeiro recebeu Brasão de Ouro do Município de Bragança

O Brasão de Ouro do Município de Bragança foi ontem atribuído a D. José Cordeiro, Arcebispo de Braga e Primaz das Espanhas, que entre 2011 e 2021 exerceu ministério enquanto Bispo da Diocese Bragança-Miranda.

A entrega do galardão aconteceu durante a sessão solene organizada pelo Município de Bragança que comemorou os 558 anos da ascensão a cidade, numa cerimónia precedida de um espetáculo de Ópera: “Mátria”.

O Município, na sua página, refere os “10 anos de intenso trabalho na defesa dos valores sociais e humanos, sempre com uma postura de engrandecimento das instituições do concelho e de elevação do nome da Cidade, em relação de grande proximidade com a Câmara Municipal” de D. José Cordeiro.

Durante o seu discurso, o Arcebispo Primaz elogiou a cidade de Bragança, referindo-se-lhe como “uma cidade internacional e multicultural”, em que “a maior riqueza é a diversidade”.

“De todos depende, simultaneamente, que a nossa cidade seja cada vez mais uma terra de paz, de justiça, de diálogo, de boa convivência, de reconciliação e de harmonia social com uma cidadania activa, inclusiva e corresponsável”, afirmou, elogiando também a sua “cada vez maior oferta cultural de excelência e do desenvolvimento integral”.

D. José Cordeiro recordou ainda o seu percurso na Diocese e Cidade de Bragança e assinalou que festejar estes 558 anos é valorizar as raízes de onde provêm as pessoas e que as sustentam. 

“A nossa profunda gratidão é para todas as Autoridades autárquicas, civis, académicas, forças de segurança e protecção, órgãos de comunicação social e paras todas as instituições, sobretudo, as que dedicam à solidariedade e ao Bem comum integral da pessoa humana na cultura da fraternidade universal e na amizade social”, indicou.

O Arcebispo agradeceu e elogiou os presentes que receberam outras distinções como a Medalha de Valor e Altruísmo, pedindo que nunca se esqueçam de fazer o bem e reforçando que a melhor política é sempre aquela que está ao serviço do bem comum. 

“Muito e muito bem-haja ao Município de Bragança pelo reconhecimento. Da minha parte dedico-o, com alegria e gratidão, à Diocese de Bragança-Miranda e à cidade de Bragança. Agora sirvo e amo a Igreja presente em Braga! Até sempre! Bragança, não me esquecerei de ti!”, concluiu.

Veja aqui o vídeo da cerimónia!

0 Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You May Also Like

Sem categoriaDuc in Altum

Homilia de D. José Cordeiro na Catedral de Bragança, na Eucaristia de Acção de Graças pelo exercício do…